Mais um acidente ceifou uma vida na Comunidade de Santa Terezinha, no bairro de Monte Castelo em Três Rios. O local é visto como perigoso, e este não é o primeiro nem será o último caso de atropelamento por composição ferroviária, naquela comunidade.

Ali não existe nenhuma sinalização, o comboio passa em velocidade de subida, no sentido Fernandes Pinheiro, e isso coloca os moradores em situação de alto risco, já que nenhuma proteção com passarela ou passagem subterrânea foi construída pela empresa que explora o transporte ferroviário na região.

Jaqueline Moreira Cerqueira, 41 anos, foi colhida pela composição ferroviária quando atravessava sobre os trilhos, fora essa informação, nenhuma outra oficial chegou ao conhecimento da redação da gazetaweb3 e garagem.tv.br.

Segundo populares, Jaqueline,  consumia bebida alcoólica, como nenhum tipo de exame foi divulgado sobre a hipótese de a vítima estar alcoolizada, e isso também, não isenta a empresa de ser responsável por uma parcela de culpa na morte de Jaqueline.
Em qualquer país que leva a sério os problemas causados aos transeuntes, busca novos meios de reduzir esse risco, e não criar paliativos na utópica esperança de se eliminar tais riscos que ceifam vidas humanas.

O corpo de Jaqueline foi removido para o IML local onde será feita a necropsia, devendo ser liberado para sepultamento na tarde de a amanhã, terça-feira. Familiares, não informaram onde o corpo vai ser sepultado.