Quinta-feira, 09 de Abril de 2020
Mundo

Pela 1ª vez, Papa nomeia mulher para Secretaria de Estado do Vaticano

Roma - Itália

Publicada em 16/01/20 às 18:43h - 263 visualizações

por Vatican News


Compartilhe
   

Link da Notícia:

Francesca Di Giovanni, nova subsecretária da Seção para as Relações com os Estados  (Foto: Foto: Reprodução)

Advogada italiana Francesca Di Giovanni, que está no Vaticano há 27 anos, irá coordenar as relações da Santa Sé em organizações intergovernamentais, como as Nações Unidas.

Papa Francisco nomeou nesta quarta-feira (15) a advogada italiana Francesca Di Giovanni, de 66 anos, como nova subsecretária da seção de relações multilaterais da Secretaria de Estado. Ela é a primeira mulher a ocupar um cargo de gerência nesta Secretaria, que governa o Vaticano e coordena as relações com outros países.

O cargo de Di Giovanni equivale ao de uma chefe de departamento dentro de um ministério de um país.

Acima dela na hierarquia direta da diplomacia Santa Sé estão:

O Papa Francisco;

O secretário de estado, cardeal Pietro Parolin, que é como um primeiro-ministro do Vaticano;

O secretário da seção para relações com os estados, arcebispo Paul Richard Gallagher, que é como um ministro das Relações Exteriores do Vaticano;

No mesmo nível dela, há outro subsecretário, o Monsenhor Mirosław Wachowski, mas ele é responsável pelo setor da diplomacia bilateral, ou seja, as relações diretas do Vaticano com outros países. Ele também responde diretamente ao arcebispo Gallagher.

Cargo novo

O cargo de Francesca Di Giovanni não existia ainda. Ela é a primeira a ocupá-lo. A nova subsecretária trabalha há 27 anos do Vaticano. Sua divisão coordena as relações da Santa Sé em ambientes como a Organização das Nações Unidas (ONU), por exemplo, entre outras organizações intergovernamentais.

Di Giovanni nasceu em Palermo em 1953. Trabalhou no âmbito do setor jurídico-administrativo junto ao Centro Internacional da Obra de Maria (que pertence ao Movimento dos Focolares).

Desde setembro de 1993, a advogada trabalha na seção para as relações com os estados da Secretaria de Estado da Santa Sé, sempre no setor multilateral.

Sua atuação esteve ligada principalmente aos temas ligados a migrantes, refugiados, direito internacional humanitário, as comunicações, direito internacional privado, situação da mulher, a propriedade intelectual e o turismo, de acordo com o site de notícias do Vaticano, o Vatican News.

Poucas mulheres assumiram cargos desta envergadura no Vaticano. Isso já aconteceu no departamento que supervisiona as ordens religiosas, a "Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica", e no departamento destinado aos leigos e às famílias, isto é, o "Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida".

Brasileira

Em julho, a jornalista brasileira Cristiane Murray foi nomeada nova vice-porta-voz do Papa Francisco. Formada em Administração de Empresas e Marketing pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, ela ingressou na Rádio Vaticana em 1995. Desde então, fazia parte da equipe brasileira que transmite programas diários e cuida do portal Vatican News em português, Facebook, Twitter, Instagram e Youtube.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (24) 9 9223-5876

Visitas: 54600
Usuários Online: 16
Copyright (c) 2020 - Manchete Jornal - Atendimento de segunda a sexta das 8h às 12h e das 13h às 18h.