Segunda-feira, 17 de Fevereiro de 2020
Cidade

Privatização dos Correios pode gerar 40 mil demissões

Brasília / DF

Publicada em 16/01/20 às 18:49h - 273 visualizações

por Sul21


Compartilhe
   

Link da Notícia:

O sindicado está trabalhando para evitar as demissões  (Foto: )

A privatização dos Correios está sendo planejada para o final de 2021 e pode acarretar a demissão de 40 mil trabalhadores. De acordo com a Folha de São Paulo, executivos de empresas privadas consultados pelo governo dizem que fariam o mesmo serviço com praticamente a metade do quadro atual de 100 mil funcionários.

A equipe econômica do governo não pretende absorver os trabalhadores que forem descartados com a venda da estatal, pois isto poderia criar um precedente para as próximas privatizações. Não há informações, no entanto, sobre como se daria o processo de demissão dos servidores.

Devido à complexidade da operação – que envolve também o passivo do fundo de pensão Postalis e com o plano de saúde dos trabalhadores -, a data prevista para a apresentação do formato de privatização ficou para o fim de 2021.

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM) propõe a quebra do monopólio dos Correios, mas a execução não é simples. A avaliação é que alcançaria apenas o setor de cartas e há dúvidas sobre se as empresas se interessarão em atuar fora dos grandes centros urbanos.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (24) 9 9223-5876

Visitas: 43502
Usuários Online: 28
Copyright (c) 2020 - Manchete Jornal - Atendimento de segunda a sexta das 8h às 12h e das 13h às 18h.