O GRES Mocidade de Vila Isabel, trouxe para a avenida o enredo “Rio – este Samba é pra você” para contar a historia do samba que veem atravessando gerações em gerações, o mesmo samba que levou para o mundo a arte de se fazer e cantar o samba de raiz.

Com o seu grandioso carro alegórico, a escola impulsionou a todos nas arquibancadas, porém não conseguiu que todas as alas contasse o enredo, e também alguns componentes não conseguiram passar para o público a mesma empolgação que a escola em seu contexto geral passou, mesmo assim a agremiação vai lutar para conseguir mais um título, afirmou alguns ritmistas.

O fato é que, Vermelho e Branco, escola do bairro de Vila Isabel busca incansavelmente mais um título para a sua galeria de troféus. Ela como todas sentiram a falta de recurso com antecedência, porém sua diretoria não mediu esforços para apresentar na avenida um carnaval digno de su público, afirmou o presidente Luciano Floriano – vamos nos refazer, sei que a crise é um conjunto de pragmática, e ela (a crise) nos ensina que precisamos caminhar independentemente, ou seja, com as nossas próprias pernas.

Com falta de alguns itens a agremiação corre o risco de ser punida, mesmo assim conseguiu se superar em outros fragmentos essenciais, o público nos impulsionaram  desde da concentração até o fim do desfile, afirmaram alguns componentes da bateria explosão, que teve a sua frente o Mestre de bateria: Ni.


Ficha Técnica:

Fundada de Selmarino (Sambista Maneiro) por pessoas que eram simpatizantes do Bambas do Ritmo e do Bom das Bocas, em 1971 nascia a Mocidade Independente de Vila Isabel.

Logo em sua estreia, no carnaval de 1973, embaixo de uma forte chuva, a escola chegou vencendo mesmo sendo considerado o “pato”, na gíria, um concorrente fraco para a disputa daquele ano. 

Agora a escola do bairro de Vila Isabel vem em busca de seu oitavo título como o enredo “Rio – este Samba é pra você”, que vai mostrar o lado negativo do Rio de Janeiro. A Mocidade vai levar para a avenida o Rio que todo mundo gostaria de ver, a Cidade Maravilhosa dos sonhos dos cariocas e brasileiros.

 

Horário: 22H20Min

Fundada: 15 de novembro de 1971

Cores: Verde, Vermelho e Branco (Símbolo da escola – Pato com um guarda-chuva

Bairro de origem e Sede: Vila Isabel

Número de títulos: 7

Presidente: Luciano Floriano

Vice-presidente: Luciano do Espírito Santo

Enredo e Colocação em 2017: “Armando Martins – Comandante da Ilusão” 3º lugar

Enredo 2018: “Rio – este Samba é pra você”

Autores do Enredo 2018 / Carnavalesco: Henrique Santos e Luciano Fernandes

Diretor de Carnaval: Walter Matheus

Número aproximado de componentes: 500

Número de carros alegóricos: 3

Número de Alas: 13

Nome da bateria: Explosão

Mestre de bateria: Ni (Nossos Mestre Ni)

Número de Ritmistas na bateria: 66

Rainha da Bateria: Iara Macedo

Musa da escola: Saiane

Garoto Leopardo: Pedro Henrique

Mestre-Sala e Porta-Bandeira: Hugo e Nani

Coreógrafo da Comissão de Frente: Carlos Magno

Diretor de Harmonia: Sebastião Cassiano

Compositor do Samba: Luciano do Espírito Santo

Intérprete: Rodrigo Viana

Refrão do Samba:

Canta Comunidade, Valente e Guerreira

Tricolorida, Paixão Verdadeira

É Maravilhoso este belo lugar

Rio.... Vou te abraçar