Como é sabido de todos, as lâmpadas dos postes da ciclovia de Comendador Levy Gasparian foram trocadas, ou seja, saíram as lâmpadas de sódio e entraram as lâmpadas de led’s, com essas mudanças o Poder executivo economizaria aproximadamente 20% na conta de energia elétrica, como relatou o prefeito Valter Lavinas.

Sendo que essa mudança foi muito questionada por todos os munícipes, principalmente pelo fato de que as novas lâmpadas de led’s possuem menor potencial de iluminação, e consecutivamente entre um poste e outro, haveria penumbra e isso aumentaria a sensação de insegurança das pessoas que utilizam a mesma durante a noite por enes motivos.

Mesmo assim as lâmpadas foram trocadas, esses elementos (mudança) geraram muitas discussões entre os vereadores, alguns chegaram a dizer que antes de mexer na iluminação da ciclovia, era necessário realizar as trocas das lâmpadas que estavam queimadas a bastante tempo nos bairros, mas como é de praxe, o prefeito Valter Lavinas não se importou com os questionamentos dos vereadores e muito menos o da líder de governo que apresentou dados comprobatório sobre a queda na iluminação em toda a extensão da ciclovia.

Bom, dentre o período da saída de uma e colocação das outras, transcorreram aproximadamente quatro meses, e a partir daí já se passaram mais três meses e a maioria delas (lâmpadas) já se encontram queimadas, ou seja, além de iluminar menos, elas também possuem menos tempo de vida útil em relação às anteriores que tecnicamente duram cerca de dois a três anos, deixando grandes trechos às escuras como pode ser visto pelos transeuntes.

Agora fica a pergunta:

Quanto custo o lote destas lâmpadas?

Elas possuem garantia? Haverá outra licitação para a compra de novas lâmpadas e se houver, será deste mesmo modelo?

Com a troca das lâmpadas de sódio por led’s, houve realmente uma diminuição na conta de energia elétrica?

Quanto tempo esses lâmpadas ficaram queimadas?

Infelizmente são questionamentos que simplesmente não terá resposta.